ATENDIMENTO: SEG. A SEX. DAS 8H ÀS 22H | SÁB. DAS 9H ÀS 18H
Trabalhe conosco
011-3828-2331
011-3663-2177

AIDS FELINA: o que é?

aids felina

O que é?

A Aids Felina, ou imunodeficiência felina, é uma doença que não atinge os seres humanos, mas é letal para os gatos. È conhecida como Aids Felina, pois leva a mesma sigla da Aids Humana – HIV (vírus da imunodeficiência humana) -, só que na versão para gatos – FIV – (vírus da imunodeficiência felina).

O vírus da imunodeficiência felina (FIV) é um retrovírus, que foi isolado pela primeira vez em  1986, por pesquisadores norte-americanos. Este retrovírus pertence ao mesmo gênero do vírus da imunodeficiência humana (HIV), causador da síndrome da imunodeficiência adquirida humana (AIDS).

Passa para humanos e outras espécies?

Inúmeros estudos foram e estão sendo realizados, e indicam que apesar de ambos os vírus pertencerem ao mesmo gênero, eles são distintos. O FIV é similar ao HIV morfologicamente e estruturalmente, mas são diferentes nas sua propriedades antigênicas e na especificidade da espécie.

O FIV é ALTAMENTE espécie-específico, ou seja, só se replica em células felinas.

Como se transmite?

O FIV está presente na saliva, soro, plasma e líquido cérebro-espinhal dos gatos infectados.  Ainda pode ser encontrados em quantidades menores no sêmen e no leite.

Por isso o modo mais fácil de um animal se infectar  é quando entra em brigas, que pode ser mordido ao arranhado por outro animal infectado.

Estima-se que o número de gatos de rua infectados seja muito maior do que o encontrado entre gatos domésticos, tanto pelo contato mais freqüente com outros animais quanto pelas características desse contato, causado pelas brigas.

Os machos adultos são mais suscetíveis ao vírus, já que se envolvem mais em brigas.

Sintomas

A FIV é classificada em diferentes estágios clínicos: Fase aguda, portador assintomático, persistente linfoadenopatia generalizada, complexo relacionada à AIDS, Sindrome da Imunodeficiência Adquirida (terminal)

Fase Aguda:

Pode durar dias ou semanas.  Pode apresentar: febre, estomatite,  dermatites, conjuntivite, doenças respiratórias, anemia, enterite aguda, septicemia.

Muitos gatos podem passar pela fase aguda sem apresentar nenhum sinal clinico, o que dificulta a diagnostico de animais infectados

Portador Assintomático:

Quando os animais infectados sobrevivem a fase aguda, se tornam portadores assintomáticos da doença, podendo durar anos.

Persistente Linfoadenopatia Generalizada:

Pode durar de 6 meses a vários anos.  Pode apresentar: febre, anorexia (não come), emagrecimento, anemia, e a peristente linfoadenopatia generalizada (aumento dos linfonodos).

Aproximadamente um terço dos gatos infectados podem passar despercebidos por esta fase.

Complexo Relacionada a AIDS:

Dura em média 6 meses a 2 anos. Pelo menos metade dos gatos infectados, que vão nas clinicas e hospitais veterinários, estão nessa fase.

Apresentam doenças de natureza crônica como doenças dermatológicas, respiratórias e entéricas. Gengivites, estomatites e periodontites.  Infecções do trato respiratório superior, perda de peso, otites, abcessos, feridas de difícil cicatrização, febre, diarréia, alterações hematológicas, neoplasias, doença renal e neurológica.

Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Terminal):

Se sobreviverem até o quarto estágio, os gatos começam  a apresentar a doença de forma progressiva e fatal, desenvolvendo a síndrome da imunodeficiência adquirida, similar a AIDS humana. Somente 10% dos felinos infectados alcançam esse estágio, podendo durar  poucas semanas a meses.

Os sinais clínicos são um reflexo de infecções oportunistas (toxoplasmose, criptococose, candiíase, demodicase), neoplasias, ou outras síndromes como o enfraquecimento progressivo.

 

Consulte um veterinário especializado.

Entre em contato com o Centro Veterinário Pacaembu.


  • Tosse em animais  Perguntas mais comuns Causa? Sintomas? Tratamentos?hellip
  • Exames neurolgicos podem diagnosticar doenas que acometem o sistema nervosohellip
  •  s cair a temperatura e o seu pet comeahellip
  • O Centro Veterinrio Pacaembu oferece uma estrutura completa para maiorhellip
  • Saiba qual  o modelo ideal de comedouro para ohellip
  • Para os pets silvestre a ateno  ainda maior! hellip
  • Para a sade e bemestar do seu pet o Centrohellip
  • O Centro Veterinrio Pacaembu esclarece o que  a AIDShellip
  • O Centro Veterinrio Pacaembu est com uma novidade para ahellip