ATENDIMENTO: SEG. A SEX. DAS 8H ÀS 22H | SÁB. DAS 9H ÀS 18H

Frutas mais indicadas para pets

frutas indicadas para os pets

 

Saiba quais frutas fazem bem para seu bicho e em qual quantidade.


Alguns pets são loucos por frutas, mas os donos ficam meio aflitos de permitir que eles as comam indiscriminadamente. Será que eles estão certos?

Para a médica veterinária do centro veterinário Pacaembu, Adriane Tomimassu, os donos têm motivos para se preocupar sim. “Existem algumas frutas que não fazem muito bem ao organismo de seus pets, podendo predispor ao aparecimento de algumas doenças como diabetes”, diz.


20140822040653

Segundo Adriane, as frutas têm um tipo de açúcar que faz bem ao metabolismo, não contém açúcar industrializado e não são feitas somente de glicose, e sim frutose, que ajuda a reduzir riscos de diabetes. Mas, apesar de boas para a saúde, nem todas as frutas são boas opções como frutas para pets. “O abacate tem muita gordura e açúcar, o que pode desencadear diarreia e sobrepeso se ingerido em excesso”, exemplifica.
Frutas em excesso podem ser tóxicas e, se seu animal se sentir saciado por conta desses alimentos, pode deixar de se alimentar com outras coisas que ele necessita. Uma ração ou comida caseira são fundamentais para uma dieta equilibrada.

Confira abaixo um guia completo para ajudar os donos a introduzir as frutas de maneira correta na alimentação dos seus pets:

 


20140822021827

Idade

Até os 6 meses de idade, a veterinária não recomenda que a fruta seja adicionada na dieta de cães e gatos, que necessitam de uma alimentação balanceada e específica durante seus primeiros meses de vida.

 

 

Frequencia e quantidade

As frutas não devem fazer parte da dieta diária necessária para um cão e gato (carnívoros), deve ser oferecidas como petiscos ou recompensas em quantidade que signifique até 20% do que ele come em um dia.

 

 

20140822021843

Atenção as cascas e sementes

Alguns cachorros roem a casca da melancia até chegar na parte vermelha, mas em geral as frutas devem ser dadas aos pets domésticos sem cascas e sementes. Além do risco de engasgar, as sementes podem ser tóxicas “As sementes de maçã, por exemplo, contêm cianeto, que é uma substância tóxica e compromete o estômago”, alerta a veterinária. A indicação é que esses alimentos sejam dados aos animais sempre cortados sem casca e preferência sem sementes.

 

AS MELHORES FRUTAS

 


maça-fuji

MAÇÃ
Ela tem fibras e pectina, que ajudam a regular a glicemia dos animais. Além disso, contém quercetina, um anti-inflamatório natural, e outros antioxidantes potentes contra o estresse oxidativo e o câncer. Ela também é uma fonte do mineral borônio, que combate a artrite e a osteoporose. A casca da maçã concentra muitos antioxidantes que previnem, sobretudo, o câncer hepático.
Benefícios: Rica em probióticos, favorece a função intestinal, contribui para manter a imunidade alta e regula a glicemia dos pets.
Como servir: Com casca e em cubinhos. Retire as sementes, pois elas liberam ácido cianídrico, que é tóxico aos cães.


banana

BANANA
Essa fruta é rica em potássio e fibras, além de ser uma ótima fonte de energia. Como a banana apresenta uma boa quantidade de fruto oligossacarídeos, conhecidos como FOS, fibras pro bióticas que auxiliam a função intestinal e o sistema imunológico. “Ela é ideal para ser oferecida aos cães um pouco mais gulosos no período entre as refeições, já que produz a sensação de saciedade”, indica a veterinária.
Benefícios: Auxilia o sistema imunológico e a função intestinal, contribuindo para manter o organismo do animal saudável de modo geral.
Como servir: Sempre sem casca e em pequena quantidade.



PÊRA
Fonte de potássio, sais minerais e vitaminas A, B1, B2, C e niacina. A pera possui grande quantidade de fibras, que protegem o intestino de doenças inflamatórias.
Benefícios: Protege o intestino, auxilia a saúde dos tecidos conjuntivos e ajuda a manter a imunidade do bicho alta.
Como servir: Com casca e em quantidade moderada.

 


20140822031630

KIWI
Essa é uma fruta verdadeiramente poderosa. Ela possui duas vezes mais vitamina C que a laranja. Além de saborosa, também é rica em fibras, magnésio e diversos tipos de antioxidantes, capazes de proteger o seu pet contra o câncer.
Benefícios: Auxilia o fortalecimento dos ossos e tecidos conjuntivos e ajuda o sistema imunológico a se manter forte.
Como servir: Em pequenas quantidades e sem casca.

 

Manga
MANGA
Contém sais minerais, fibras, vitaminas A, B e C. Outro ponto a favor da manga são os carotenoides, que fortalecem o sistema imunológico, diminuem o risco de doenças degenerativas e têm alta ação antioxidante. Mas há um alerta: a manga verde nunca deve ser oferecida para cadelas prenhes, pois possui substâncias abortivas.
Benefícios: Diminui o risco de doenças degenerativas, previne o envelhecimento precoce e ajuda a manter os tecidos conjuntivos do bicho saudáveis.
Como servir: Sem a casca e sem o caroço.


Mirtilo

MIRTILO
Pouco conhecido no Brasil, o mirtilo é uma frutinha muito parecida com a amora. Ele é riquíssimo em antioxidantes, e é ótimo para prevenir o câncer, além de favorecer a função neurológica e de ser excelente para manter a imunidade do cãozinho alta. E o melhor de tudo: possui baixo teor de açúcar.
Benefícios: Evita o envelhecimento precoce, ajuda o pet a manter a função neurológica saudável, combate o câncer e mantém a imunidade alta.
Como servir: Com casca, mas sempre em pequenas quantidades.


Laranja

LARANJA
Se o cão não tem gastrite, a laranja é uma ótima fruta para ser consumida. Possui vitaminas, principalmente a C, antioxidantes, substâncias anti-inflamatórias, antialérgicas, anti-hipertensivas e mais de 100 elementos anticâncer. Além disso, também é rica em fibras
Benefícios: Previne o envelhecimento precoce do bicho de estimação, é anti-inflamatória e antialérgica, além de ser uma forte aliada na prevenção de câncer.
Como servir: A laranja deve ser servida sem casca ou semente, mas com pele e bagaço.


Goiaba

GOIABA
Tanto a branca como a vermelha são ricas em licopeno, que protege os cães contra o câncer, além de reduzir o risco de o animal sofrer com hipertensão arterial. Também possuem forte capacidade antioxidante, devido à concentração de polifenóis.
Benefícios: Possui substâncias que protegem os cães contra o câncer e é uma forte aliada contra o envelhecimento precoce.
Como servir: Em pequena quantidade com ou sem casca.


Caqui

CAQUI
Embora seja uma fruta um pouco doce demais, possui substâncias que ajudam a baixar o triglicéride, além de manganês, potássio, e na casca há agentes antitumorais. Há também uma forte presença de carotenoides, que fortalecem o sistema imunológico, diminuem o risco de doenças degenerativas e possuem alta ação antioxidante, combatendo o envelhecimento precoce.
Benefícios: Previne tumores, ajuda a baixar o triglicéride, fortalece o sistema imunológico e diminui o risco de doenças degenerativas.
Como servir: Pode ser servido com casca e em pouca quantidade.


20140822025416

MORANGO
A orientação é, sempre que possível, oferecer aos pets morangos orgânicos. Eles possuem propriedades que melhoram a função cerebral, vitamina C, ácido elágico, cuja ação antioxidante é muito bem vinda, e ácido gálico, que diminui o risco de câncer. Além disso, o morango tem poucas calorias e ajuda a melhorar o aprendizado.
Benefícios: Diminui os riscos de câncer, é um forte aliado contra o envelhecimento precoce e melhora a função cerebral.
Como servir: Com pele e em quantidade moderada.

 

FRUTAS PROIBIDAS


Abacates, uvas passas e ameixas podem provocam lesões renais. Em geral, o ideal é evitar frutas muito gordurosas ou cítricas. “As gordurosas são mais difíceis de serem digeridas. Já as cítricas, em grandes quantidades, podem fazer mal ao intestino grosso causando fermentação no órgão”, explica a médica.


Carambola

CARAMBOLA
É melhor evitar oferecer ao pet essa fruta com forma de estrela. Ela apresenta grandes quantidades de ácido oxálico insolúvel, que pode prejudicar os rins com deposição de cálculos (“pedrinhas”) de oxalato de cálcio. Na literatura científica recente há relatos de insuficiência renal aguda em pessoas e em camundongos por ingestão da fruta in natura ou do suco dela.

 

 


passas

UVAS E PASSAS
Ainda não se sabe exatamente o motivo, mas há relatos de sobra na literatura científica de cães que comeram uvas ou passas e desenvolveram falência renal aguda severa, em muitos casos, letal.
Qualquer tipo de uva ou passa, mesmo orgânicas, com ou sem casca e com ou sementes, e em qualquer quantidade, pode subitamente danificar os rins. Mesmo cães que sempre comeram uvas sem prejuízo aparente podem sofrer uma crise. Acredita-se que essas frutinhas também sejam prejudiciais aos gatos. “Na dúvida, e com tanta fruta segura à disposição, é melhor evitar”, recomenda.


Abacate

ABACATE
O fruto contém persina, um derivado de ácido graxo presente nas folhas e cascas do abacate. Ela é especialmente tóxica a aves, cavalos, porquinhos-da-índia, caprinos e coelhos. Os cães parecem ser menos suscetíveis à toxicidade da persina, mas é bom tomar cuidado e não permitir que ingiram as folhas e a casca do fruto. Ingestão excessiva de persina pode até levar a óbito.A polpa do abacate (a parte da fruta que comemos) é segura para oferta, desde que com moderação, pois embora a gordura do abacate seja saudável, majoritariamente do tipo poli-insaturada, gordura é gordura: em excesso engorda e pode sobrecarregar o pâncreas. E não se esqueça de retirar o caroço “Infelizmente não são incomuns cirurgias de emergência para retirar do estômago do cão um caroço retido”, testemunha a veterinária.
Fonte: Ana Maria Braga


  • Trio ternura Dra Thas com as fofuras de Bento Shirottahellip
  • sou a Pancetta ja estou recuperada!!!! comi uma latinha quehellip
  • olha como amika ficou maravilhosa feita prlo Tio Ton ameiiiiiihellip
  • O Zig comeu um pedao de espeto de churrasco hellip
  •  assim nosso diadia! Pepper veio para consulta !!! contouhellip
  • oieee eu sou o Julio!!!! sou um cgado tenho 24hellip
  • Maria e Guadalupe com 2 meses e 5 meses!!! Duplinhahellip