ATENDIMENTO: SEG. A SEX. DAS 8H ÀS 22H | SÁB. DAS 9H ÀS 18H

Medicamentos proibidos

Nem todo medicamento de humano serve pro seu animal. Muito cuidado!

– O que é proibido? Por quê? Quais efeitos?

Existem muitos medicamentos que podem fazer mal aos animais domésticos, causando intoxicações, alergias, gastrites medicamentosas, úlceras hemorrágicas e até mesmo a morte de nossos animais. Dependendo de como foi administrado a droga, começa com um simples vômito/ salivação excessiva, ou estado febril, piorando com vômitos com sangue, diarréias persistentes, alterações neurológicas como convulsões e morte do animal

– Por que alguns remédios podem ser dados e outros não?

A administração de cada droga vai depender da raça, espécie, idade de cada animal. Por exemplo, a maioria dos anti-inflamatórios mais comuns utilizados em humanos não podem ser dados para nenhuma espécie animal, podendo levar a morte, como os Diclofenacos (Cataflan ® e Voltaren®)

– Qual a diferença entre o medicamento animal e o humano?

Existem, em Medicina Veterinária, muitos princípios ativos utilizados em Medicina humana, como há muitos na Medicina Humana que não pode ser utilizados em veterinária e vice versa. Por exemplo, Ivermectina é utilizada em animais de grande porte para controle de carrapatos e sarna; esse mesmo medicamento não pode ser utilizados em gatos e algumas raças de cães. Só mesmo um médico veterinário poderá receitar e medicar seus animais de estimação, pois só ele será capaz de dizer qual droga poderá ser utilizada para determinado tipo de doença, raça, espécie e idade.

– Se um animal de estimação come um remédio como posso fazer para que ele o coloque para fora?

Leve-o até o seu Medico Veterinário de confiança, para tratá-lo da melhor maneira. Não faça automedicações ou tente fazer com seu animal vomite, pois não funcionará da mesma maneira que o ser humano, ou seja, não adianta colocar seu dedo na garganta do seu animal para fazê-lo vomitar.

– Se meu animal estiver intoxicado com algum medicamento o que devo fazer?

 Leve-o mais rápido possível para seu Médico Veterinário de confiança, só ele poderá reverter os sintomas causados pela intoxicação. Quanto mais rápido começar o tratamento, melhor será o prognostico para reverter o quadro de intoxicação.

– Como é possível saber o que pode ou não ser dado?

NÃO FAÇA AUTOMEDICAÇÃO. Dessa maneira poderá mascarar os sintomas e dificultar o diagnóstico da doença. O melhor a fazer caso, seu animal esteja doente, é sempre leva-lo a um Médico Veterinário

– Um remédio inofensivo ao ser humano pode ser fatal a um animal?

Sim. Muitos medicamentos utilizados em humanos podem ser fatais à um animal, como por exemplo, os Diclofenatos ( Cataflan ® e Voltarem®), ou até mesmo um simples Tylenol® e Dipirona.

NÃO FAÇA USO DE AUTOMEDICAÇÃO PARA SEUS ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO.

 

 MEDICAMENTOS PROIBIDOS

Muitos proprietários fazem uso da prática da “automedicação” em seus animais de estimação. Essa pratica é bastante condenada entre os médicos humanos e mais ainda entre os médicos veterinários. Dependendo do medicamento administrado ou da dosagem, podemos causar intoxicações, alergias, gastrites medicamentosas, úlceras hemorrágicas e até mesmo a morte de nossos animais. Muito cuidado com a automedicação.

Fazendo o uso dessa prática, os proprietários de animais além de poder mascarar sintomas, dificultam ainda mais o diagnóstico final da doença, já que os animais infelizmente ainda não conseguem se explicar.

Para cada medicamento existe uma dosagem e modo de utilização diferente, não vai depender só da raça, depende também da idade e espécie de cada animal. Tem alguns medicamentos que podemos utilizar em cães, e não em gatos e vice versa, e outros ainda para animais silvestres. Ainda existem aqueles princípios ativos que podemos utilizar só oralmente, outros só tópicos, outros só injetáveis.

Antes de fazer o uso de qualquer medicamento para o seu animal, não deixe de passar em consulta com o Médico Veterinário Responsável, só ele poderá lhe responder qual o melhor medicamento e a dosagem para os diferentes tipos de doenças.

 

ALGUMAS DROGAS CONTRA INDICADAS:

 

GATOS – MEDICAMENTOS PROIBIDOS:

– Acido acetil salicílico (Aspirina®)

– Paracetamol (Tylenol®, Anador®)

– Pseudoefedrina (Claritin®, Tylenol Sinus®, Loratadina®

– Salicilato de Bismuto (Pepto Bismol®, Peptozil ®)

– Iboprofeno (Advil®)

– Piroxican (Feldene®, Inflamene®)

– Enema de Fosfato (Fleet Enema®)

– Xampu a base de Alcatrão (Sebotrat -O®, Ionil T®, Politar®)

– Xampu com Benzoato de Benzila (Acarsan®)

– Xampu com Acido salicílico.

– Xampu com Sulfeto de Selênio (Selsun Ouro®, Selsun Azul®)

– Peroxido de Benzoila – usar com cautela (Peroxidex®, Sana Dog®, Pertopic®)

– Piretróide (Antiparasitário como Butox® )

– Levamisol (Ascaridil®)

– Azatioprina (Imuram®)

– Piridium®

– Diclofenaco potássio (Cataflan®)

– Diclofenaco sódico (Voltaren®)

 

CÃES – MEDICAMENTOS PROIBIDOS:

– Diclofenaco de potássio (Cataflan®)

– Diclofenaco sódico (Voltaren®) e a grande maioria dos anti-inflamatórios de uso humano.

– Piridium®.

 

CÃES – MEDICAMENTOS DE USO RESTRITO:

– Ivermectina (Ivermec®, Vermectil®, Ivomec® entre outros).
A ivermectina tem amplo uso em cães, mas os raças Collie, Border Collie, Pastor de Shetland, Sheepdog, Bearded Collie, Pastor Australiano e todos os seus cruzamentos são intolerantes ao seu princípio, apresentando sérias alterações neurológicas.

 

CÃES – MEDICAMENTOS DE USO CONTROVERSO:

– Acetaminofem/Paracetamol (Tylenol®)
– Fluororacil (Efurix®).

De uso tópico se ingerido causa grave intoxicação.Risperidona (Risperidon®).


CÃES – MEDICAMENTOS QUE REQUEREM CUIDADO NA DOSE:

– Metronidazol (Flagyl®). Dose alta pode causar sintomas neurológicos.

– Sulfa-Trimetroprina (Bactrim®). Quando em dose alta podem causar displasia de medula óssea levando a anemia e Hepatopatia em Labradores

– Sulfassalazina (Azulfin®). Pode causar olho seco (KCS) nos cães.

– Aspirina. A dose em cães deve ser muito menor que a dose em humanos.
 



Muito obrigada por todas as mensagens e interesses pelos posts.
 
Gostaríamos de esclarecer que este post é informativo, pois muitos proprietários cometem erros muitos sutis que infelizmente podem causar sérios dados a saúde de nossos Pequenos, sem intenção.
Infelizmente, não podemos recomendar nenhuma medicação ou fazer uma consulta por internet sem nem ao menos ver o animal, pois estaríamos cometendo erros muito maiores. Para chegar num diagnostico e melhora de seus Pequenos sao necessário muitas vezes diversos exames complementares como exames de sangue, raio-x, ultrassom, etc.
 
Caso vocês, proprietários, notem qualquer alteração ou sintoma em seus animais, levem em alguma clinica veterinária, existem diversos Hospitais Veterinários 24hs em todas as regiões. Nao perca tempo mandando mensagens por internet, salve seu animalzinho.
Espero que compreendam.



  • Trio ternura Dra Thas com as fofuras de Bento Shirottahellip
  • sou a Pancetta ja estou recuperada!!!! comi uma latinha quehellip
  • olha como amika ficou maravilhosa feita prlo Tio Ton ameiiiiiihellip
  • O Zig comeu um pedao de espeto de churrasco hellip
  •  assim nosso diadia! Pepper veio para consulta !!! contouhellip
  • oieee eu sou o Julio!!!! sou um cgado tenho 24hellip
  • Maria e Guadalupe com 2 meses e 5 meses!!! Duplinhahellip