ATENDIMENTO: SEG. A SEX. DAS 8H ÀS 22H | SÁB. DAS 9H ÀS 18H

Um Mundo de Conforto

Um mundo de conforto

Produtos e serviços cada vez mais diferenciados surgem no mercado para proporcionar bem-estar aos bichinhos de estimação, além de praticidade e satisfação aos seus donos não é de hoje que os pet shops se aprimoram ao colocar em suas prateleiras uma gama de produtos e serviços que se sofisticam a cada dia. Afinal, os donos dos bichinhos formam uma clientela exigente no quesito qualidade. Recentemente instalada no bairro, a pet Dogs Day trabalha com uma linha completa de rações, inclusive as importadas, além de acessórios e medicamentos. O charme da loja fica por conta das caminhas que variam de preço. Lá, é possível escolher a marca e o material da caminha, confeccionadas desde 100% algodão, microfibra, veludo ou até gorgurinho.

Em se tratando de estética canina, todos os serviços como hidratação, banho e tosa, podem ser conferidos na Trusty Pet. O veterinário Dr. Adriano Chiavegato, proprietário do local, atende no pet o dia inteiro, além dos quatro funcionários que compõem a equipe. Ele destaca alguns itens importantes na hora do banho: “deve-se usar xampu de boa qualidade, água quente/morna, uma secagem e escovação bem feita com secador e soprador (aparelho que retira o excesso de água dos pelos dos animais)”, completa. O pet possui o sistema leva e traz (transporte do animal com segurança), hotel, day care (o mascote passa o dia e vai embora à tarde), além de um convênio com a Porto Seguro, que oferece três consultas durante o ano para o cliente que possui o seguro de residência e automóvel, mediante apólice e carteirinha da seguradora.

Ração, petiscos, acessórios e produtos importados do Japão, não só fazem parte das prateiras da loja de Ricardo Amorim, a Meu Pet, como também ele foi procurar uma consultor especializado para atendimento canino, o expert Luis Serra. Segundo Amorim, o consultor deu treinamento aos funcionários e colaboradores, ensinando desde orientação nutricional até nos casos de dúvidas com doenças. Há também uma médica veterinária que fica full time no local orientando os zelosos proprietários. Alguns, apesar de amarem seus bichinhos, não têm tempo para passear com eles diariamente, por isso há o “dog walker” que supre essa função. Ricardo afirma que “a mão de obra precisa ser muito qualificada, ter profissionais bem preparados, daí todos receberem um treinamento rigoroso no trato com os animais. Tem que gostar de cachorro mesmo”, destaca.

Serviço conjugado

Imagine um local que seja uma creche, hotel e que tenha serviço de adestramento tudo num pet shop que ainda disponibiliza uma loja de conveniência? Assim é o Dog Care de Antonio Flávio Ambra que nasceu de uma necessidade dele e de sua esposa em deixar o próprio cachorro numa creche. Segundo o proprietário, “o hotel funciona mais para quem precisa deixar os bichinhos à noite, no caso de donos que vão viajar, e a creche é para meio período ou mesmo integral”. Antonio Flávio destaca que a confiança, higiene, qualidade e excelência do atendimento são fundamentais para quem lida com animais de estimação. Enfatiza ainda que todos os seus oito colaboradores são muito calmos e gostam muito dos bichos. “Nosso segredo consiste em reunir profissionais altamente qualificados, trabalhando com amor, dedicação e segurança em instalações adequadas”, revela.

O proprietário contratou uma equipe de adestradores do canil do exército cuja missão é de corrigir os eventuais problemas de comportamento ou de socialização que os animais venham a apresentar. No caso de correção comportamental, ele cita exemplos de agressividade, animais que mastigam os móveis, destroem a casa inteira e se automutilam nas patas, por conta da solidão. “Tivemos um caso de um animal que ficava sozinho o dia inteiro e por isso mordia suas patinhas. Resolveu o problema vindo contente para a creche, revela”. À noite, o cachorro já tinha feito várias atividades, se exercitado em caminhadas, gasto suas energias e o dono feliz da vida. O próximo passo será em breve colocar câmeras na área de socialização para o acompanhamento de suas atividades o dia todo no pet.

E quando os bichinhos ficam doentes e precisam realizar exames especiais? O Centro Veterinário Pacaembu atende 24 horas e oferece mais de 20 serviços, além de toda estética animal, banho e tosa. Com salas equipadas com aparelhos de raios X, ultrassonografia, laboratório, sala de pré-operatório, a Dra. Adriane Tomimassu, veterinária responsável pelo Centro, conta que a medicina veterinária está muito avançada em termos de recursos e especializações “Os proprietários dos animais também estão cuidando melhor deles, mais conscientes com vacinas, alimentação e, portanto, eles acabam durando mais”. O Centro realiza desde castrações até canal nos dentes dos bichinhos. Dra. Adriane explica que fazendo tratamentos preventivos é possível também tratar as doenças sem realizar intervenções cirúrgicas posteriormente.

Embora os pet shops sejam um mercado próspero, “é obrigatório ter aptidão”, revela Luciana Scaramuzza, proprietária da Amigos DDC creche e boutique canina. A finalidade da creche, segundo ela, é trazer o cão à vida mais saudável. Apesar de todo o amor que o dono sente por eles não pode tratá-los como humanos, já que possuem uma série de necessidades que precisam ser cumpridas. Egoísmo é submeter o cachorro à ociosidade, negação com o instinto, confiná-lo dentro de casa. “Um cão precisa sair para passear na rua todo dia e tomar vermífugo frequentemente”, avisa.

Além de apresentar o programa Licão de Casa no canal a cabo 9 da Net, há um ano e meio, todos os sábados de manhã, onde dá dicas de convívio, Luciana realiza palestras sobre posse responsável (Amigos DDC vai à escola) em vários colégios da região, para a turminha com até 12 anos. Estudiosa do comportamento canino, Luciana ensina às crianças que o cão tem sentimento, que é um ser que vive em média 14 anos e que depende da gente. As crianças pequenas podem fazer também visitas na creche para conhecer seu funcionamento. “É uma delicia a palestra. Levo material audiovisual, livro sobre as raças e é gratificante porque os pequenos fazem perguntas inteligentes”, comenta. É a consciência da criançada sendo instruída para cada vez mais ter bons tratos e menos abandono nas ruas.

Fonte: Revista Perdizes


  • Trio ternura Dra Thas com as fofuras de Bento Shirottahellip
  • sou a Pancetta ja estou recuperada!!!! comi uma latinha quehellip
  • olha como amika ficou maravilhosa feita prlo Tio Ton ameiiiiiihellip
  • O Zig comeu um pedao de espeto de churrasco hellip
  •  assim nosso diadia! Pepper veio para consulta !!! contouhellip
  • oieee eu sou o Julio!!!! sou um cgado tenho 24hellip
  • Maria e Guadalupe com 2 meses e 5 meses!!! Duplinhahellip